Saiba Como Criar Um Networking Consolidado

27 Nov 2018 07:44
Tags

Back to list of posts

social-media-logos-feature-1920x1080.jpg

<h1>Como Ampliar As Visitas No meu Blog Usando O Tr&aacute;fego Pago</h1>

<p>Domina aquele relat&oacute;rio interno de James Damore, do Google, que vazou pra imprensa? Aquele de acordo com o qual n&atilde;o precisamos esperar que os trabalhadores de cada profiss&atilde;o reflitam a demografia da popula&ccedil;&atilde;o como um todo? Bem, foi meio est&uacute;pido escrever isto. Todavia n&atilde;o visto que estivesse falso. Foi est&uacute;pido Damore ter imaginado ser poss&iacute;vel conversar razoavelmente este quest&atilde;o -e honrado nos EUA. A vers&atilde;o do memorando de Damore que apareceu primeiramente no blog Gizmodo foi publicada sem refer&ecirc;ncias e imagens, entretanto, de imediato, ele j&aacute; tem p&aacute;gina pr&oacute;pria pela internet, acompanhado de hiperlinks e material gr&aacute;fico. O texto de Damore me parece um panfleto produzido por um jovem branco generoso, no entanto completamente desavisado. Ele n&atilde;o merecia ser demitido em vista disso.</p>

<p>Quem sabe merecesse uma reprimenda por digitar sem pensar. Mas, no universo dele, requisitar que um assunto seja discutido teoricamente basta pra causar demiss&atilde;o. N&atilde;o escrevo normalmente sobre a sub-representa&ccedil;&atilde;o de mulheres nas ci&ecirc;ncias. N&atilde;o me sinto qualificada pra simbolizar os sub-representados. Ao que parece, n&atilde;o sofro devidamente em meu recinto dominado pelos homens. Na capacidade em que &eacute; poss&iacute;vel confiar em testes on-line de personalidade, sou uma mulher embara&ccedil;osamente at&iacute;pica.</p>

<p>N&atilde;o precisa causar surpresa que eu tenha ido parar pela f&iacute;sica te&oacute;rica. Bem como h&aacute; um porqu&ecirc; mais sinistro pra que eu continue a boca fechada. Tenho temor de perder o insuficiente apoio de que desfruto entre as mulheres das ci&ecirc;ncias se resolver atac&aacute;-las pelas costas. Vivi por tr&ecirc;s anos nos EUA e por mais 3 no Canad&aacute;. Em muitas ocasi&otilde;es, no decorrer desses anos, fui informada de que minhas cr&iacute;ticas sobre isto as mulheres pela ci&ecirc;ncia s&atilde;o &quot;radicais&quot;, &quot;controversas&quot; ou &quot;provocativas&quot;. Por eu ter declarado o &oacute;bvio: mulheres s&atilde;o diferentes dos homens.</p>

<p>Quanto a isto, concordo completamente com Damore. Ter uma propor&ccedil;&atilde;o de uma mulher pra cada homem n&atilde;o &eacute; algo que dever&iacute;amos esperar em todas as profiss&otilde;es -tampouco dever&iacute;amos perseguir esse objetivo. No entanto, quanto mais mantenho a boca fechada, mais acredito que meu sil&ecirc;ncio &eacute; um problema, dado que significa deixar a conversa -e, com ela, o poder- com aqueles que gritam mais alto. ] CNBC. Ela quer que fiquemos &quot;chocados&quot; com o relat&oacute;rio de Damore, numa tentativa transparente de promover indigna&ccedil;&atilde;o e, com isto, trazer leitores e espectadores.</p>

<p>Voc&ecirc; neste instante est&aacute; indignado? Pol&ecirc;micas midi&aacute;ticas como essa ainda mais me deixam preocupada com a impress&atilde;o que os cientistas causam nas outras gera&ccedil;&otilde;es. Em garotos como Damore. Creio que eles nos acham todos idiotas, porque os mais l&uacute;cidos entre n&oacute;s n&atilde;o se pronunciam. E, no momento em que mo&ccedil;os se localizam inteligentes al&eacute;m da medida, escrevem panfletos para reinventar a roda.</p>
<ul>
<li>Sensacional apresenta&ccedil;&atilde;o em dispositivos m&oacute;veis</li>
<li>Aprender de que maneiras a concorr&ecirc;ncia alcan&ccedil;a o p&uacute;blico</li>
<li>Let’S veste: Ackon Wear</li>
<li>Tropical Reef</li>
<li>Montando um aparelho de procura interna monetizado</li>
<li>Reflexionar em habilidades de curto tempo</li>
</ul>

<p>O acontecimento, todavia, &eacute; que boa fra&ccedil;&atilde;o dos detalhes do memorando de Damore s&atilde;o sustentados pelas pesquisas. Efetivamente, as mulheres s&atilde;o, em m&eacute;dia, mais neur&oacute;ticas do que os homens. Isto n&atilde;o &eacute; insulto, por&eacute;m um termo de exerc&iacute;cio comum na psicologia. As mulheres assim como se interessam mais por pessoas do que por coisas, em m&eacute;dia. E, em m&eacute;dia, assim como d&atilde;o valor superior ao equil&iacute;brio entre a exist&ecirc;ncia pessoal e a carreira, reagem de modo contr&aacute;rio ao estresse, competem perante regras diferentes. E assim sendo por diante.</p>

<p>N&atilde;o sou soci&oacute;loga nem ao menos psic&oacute;loga, entretanto, pelo que sei da literatura nessas &aacute;reas, as afirma&ccedil;&otilde;es acima n&atilde;o d&atilde;o margem a controv&eacute;rsia. As mulheres s&atilde;o diferentes dos homens, por natureza e em atividade da forma pela qual s&atilde;o montadas, embora a distin&ccedil;&atilde;o entre o que &eacute; natural e o que vem da fabrica&ccedil;&atilde;o ainda seja uma charada em aberto. Entretanto as raz&otilde;es por tr&aacute;s nesse acontecimento n&atilde;o provocam a pergunta sobre o mercado de trabalho: mulheres s&atilde;o diferentes em estilos que plausivelmente influenciam a sele&ccedil;&atilde;o da profiss&atilde;o. N&atilde;o, o problema do pretexto de Damore n&atilde;o est&aacute; no ponto de partida, por&eacute;m nas conclus&otilde;es a que ele chega.</p>

<p>Para come&ccedil;ar, at&eacute; eu sei que boa parcela do servi&ccedil;o do Google tem as pessoas como centro. O objetivo &eacute; ajudar as pessoas diretamente, ou sondar detalhes sobre o assunto pessoas, ou imaginar o futuro das pessoas. Se voc&ecirc; deseja dispensar tua vida a coisas e ideias, sele&ccedil;&atilde;o a engenharia ou a f&iacute;sica, n&atilde;o o desenvolvimento de softwares.</p>

<p>O epis&oacute;dio de que construir softwares requer capacita&ccedil;&otilde;es &quot;femininas&quot; foi apontado certamente por Yonatan Zunger, antigo funcion&aacute;rio do Google. Entretanto, dado que a f&iacute;sica me interessa mais do que o desenvolvimento de softwares, deixarei esse assunto de lado. Um problema maior no relat&oacute;rio de Damore est&aacute; em algo que vejo com periodicidade: presumir que compet&ecirc;ncias e funcionamento profissionais possam ser deduzidos com apoio nas diferen&ccedil;as entre grupos demogr&aacute;ficos. Isso n&atilde;o &eacute; verdade, e ponto encerramento. Acredito, como por exemplo, que, se a parcialidade na sele&ccedil;&atilde;o e a diferen&ccedil;a de oportunidades n&atilde;o existissem, os escal&otilde;es mais altos da ci&ecirc;ncia e da pol&iacute;tica seriam dominados por mulheres. Deste modo, buscar distribui&ccedil;&atilde;o igualit&aacute;ria de posi&ccedil;&otilde;es conferiria vantagem desleal aos homens. Desafio qualquer um a me apontar provas em inverso.</p>

<p>N&atilde;o me surpreendo nem um tanto, contudo, por Damore presumir que as diferen&ccedil;as entre tra&ccedil;os tipicamente femininos e tipicamente masculinos signifiquem que os homens sejam mais capacitados. Est&aacute; a&iacute; a parcialidade de que ele acredita n&atilde;o sofrer. E, sim, sou similarmente parcial em benef&iacute;cio das mulheres. O superior dificuldade do memorando de Damore, todavia, &eacute; que ele n&atilde;o sabe o que torna uma corpora&ccedil;&atilde;o bem-sucedida. Se fra&ccedil;&atilde;o significativa dos funcion&aacute;rios acredita que diversidade &eacute; essencial, ela &eacute; relevante.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License